segunda-feira, 1 de julho de 2013

Pediatria: Prevenção e Controle de Infecção Hospitalar


Infecção Hospitalar (IH) é o agravo de causa infecciosa adquirido pelo paciente após sua admissão em hospital. Pode manifestar-se durante a internação ou após a alta, desde que relacionado à internação ou a procedimentos hospitalares.

Na pediatria, os riscos de aquisição de infecções do pequeno paciente, em ambiente ambulatorial, têm tanta importância quanto no ambiente hospitalar, tendo em vista que as medidas de precaução e isolamento, nesses locais, praticamente inexistem, sendo comum em uma mesma sala permanecerem crianças e adolescentes com doenças infecciosas, muitas vezes em período de transmissibilidade, ao lado de outros clientes hígidos que comparecem à consulta do pediatra para acompanhamento, verificação do crescimento e do desenvolvimento. Nesse aspecto, há grandes obstáculos a serem vencidos e o maior entre eles é a dificuldade de um sistema de vigilância epidemiológica destas infecções, na obtenção e gerenciamento das informações e, conseqüentemente, na construção de indicadores.

Conteúdo:

  • Principais Conceitos em Infecção Hospitalar
  • Prevenção da Transmissão da Infecção no Ambiente Hospitalar
  • Infecção Hospitalar em Unidade de Terapia Intensiva
  • Infecções Hospitalares em Neonatologia
  • Infecções Hospitalares em Enfermaria de Pediatria
  • Infecção em Cirurgia Pediátrica
  • Uso Racional de Antimicrobianos
  • Controle de Surtos de Infecção Hospitalar
  • Infecções Hospitalares Adquiridas em Consultório/Ambulatório
  • Interfaces entre a Humanização da Assistência e o Controle
  • Legislação Brasileira em Controle de Infecção Hospitalar

Para baixar este material realizado pela ANVISA em conjunto com o Ministério da Saúde, clique no banner abaixo.


Fonte: ANVISA

Nenhum comentário:

Postar um comentário